TUTORIAL SOBRE SEGURANÇA EM VIAGENS
clique no botão EXPAND para ver em tela cheia

DICAS PARA ACUMULAR MILHAS EM PROGRAMAS DE FIDELIDADE


1) Antes de viajar, faça a inscrição no programa de milhas da companhia da cia aérea.
O cadastro pelo site é bem simples e o número que você recebe já permite o início do acúmulo de milhas. Alguns programas apenas emitem o cartão após o término da primeira viagem.

2) Apresente o cartão ou o número de inscrição no programa de milhas no ato do check-in. 
Algumas companhias permitem o resgate de pontos após o voo (se o viajante já fizer parte do programa), porém é um processo trabalhoso e demorado mesmo apresentando a cópia do cupom de embarque junto ao formulário de requisição das milhas não computadas.

3) Fique atento às promoções. 
Visite regularmente os sites das companhias e assine suas newsletters.

4) Não se esqueça: as milhas têm validade. 
A TAM estipula um prazo de dois anos a partir da data do voo. Já no caso do Smiles, a validade é de três anos. Para evitar surpresas, consulte mensalmente a conta do seu programa de milhagem. Nela você encontrará informações da data de expiração das milhas acumuladas.

5) Compre o bilhete com antecedência. 
Algumas datas e rotas podem apresentar maior dificuldade de confirmação devido aos períodos de bloqueios de datas e poucos assentos disponíveis para o uso de bônus de milhagem. Então, planeje-se!

6) Concentre os gastos no cartão de crédito. 
Pesquise aquele que lhe oferece mais milhas. Em alguns casos, é possível ganhar uma boa quantidade logo na adesão. Existem cartões de crédito, como o AMERICAN EXPRESS, que possuem seu próprio programa de fidelidade e ainda possibilitam a transferência dos seus pontos para o programa de fidelidade das cias aéreas parceiras!

7) Utilize os serviços dos parceiros do seu programa de fidelidade para aumentar suas milhas. 
Estacionamentos, restaurantes e hotéis geralmente estão nesta lista.


8) Gaste seus pontos tão logo adquira as milhas necessárias para fazer a viagem. 
As companhias podem mudar as regras de acúmulo e resgate quando desejarem. Ou pior ainda, podem passar por crises e deixar de voar para certos destinos.

9) Faça o check-in pela Internet. 
Se você ou sua secretária esqueceu de informar ao seu agente de viagens o número do seu cartão de fidelidade, no momento que se faz o web checkin tem-se a chance de inserí-lo no sistema de reservas da cia aérea.

10) Não venda suas milhas.
O dinheiro que você receberá é muito pouco se comparado com a economia que terá ao usar suas milhas para viajar ou presentear um parente.

11) Economize milhas utilizando o site do seu programa de milhagem para fazer a reserva e emissão da passagem aérea com bônus de milhagem.




12)  Concentre suas viagens em um único programa de fidelidade.
A escolha do programa de fidelidade tem que ser focada no perfil do viajante. Se ele faz muitos vôos domésticos e raramente vôos internacionais, então o SMILES ou o TAM FIDELIDADE serão ideais para acúmulo de milhas, uma vez que eles têm acordos de milhagem com cias aéreas estrangeiras, dando-o oportunidade de viajar com uma delas para acumular milhas. Quando um viajante voa com várias cias aéreas e informa ao agente de viagens o cartão de milhagem de cada uma delas, ele praticamente perde as chances de acumular milhas e resgatar os benefícios dos prêmios!

13)  Nunca acumule milhas em duas companhias que sejam parceiras.
Ou seja, se você tem conta com a Gol, não abra conta com a Delta também. Se viajar de Delta (parceira do programa de milhagem da GOL), peça para colocar as milhas na Gol, o que ajudará a concentrar milhas para chegar ao valor de um voo. Seja só com milhas da Gol ou só da Delta. Se você acumular 10.000 com a Gol e outros 10.000 com a Delta, e o voo custar 20.000, não será possível juntar as milhas.